Porto | Setembro 2021 | Conferência IWA | Water Economics, Statistics & Asset Management

Vai decorrer no Porto, nos dias 22 a 24 de setembro de 2021, a conferência internacional conjunta RTAM – International Conference on Rethinking Treatment with Asset Management e 5th International Conference on Water Economics, Statistics and Finance. A conferência é organizada pelos Grupos Especializados da IWA Strategic Asset Management e Statistics & Economics.

Esta edição aborda dois assuntos principais:

– O contributo da gestão de ativos para repensar o tratamento e viabilizar a reutilização de água.
– A parceria entre Economia, Engenharia e Estatística para a gestão integrada do ciclo hidrológico urbano.

Dada a ligação de ambos os tópicos com o controlo de afluências indevidas, encoraja-se a participação. O prazo para submissão de resumos é 15 de maio de 2021.

Para mais informações: http://www2.isep.ipp.pt/iwa_porto2021/

Curso 2 CIV – Avaliação da condição de coletores com base em inspeção visual

Nos dias 22 e 23 de março decorreu em modelo on-line o curso 2CIV, que teve como objetivo proporcionar conhecimentos complementares relativos à avaliação e classificação da condição de coletores de sistemas de águas residuais e pluviais, com recurso a resultados de inspeção visual codificados com base na norma EN 13508-2:2003+A1:2011 (Investigação e avaliação de sistemas públicos de coletores. Parte 2: Sistema de codificação para inspeção visual).

O curso contou com 32 participantes (na sua grande maioria de entidades gestoras) e teve a duração de 12 horas, incluindo tempo dedicado à prática de exercícios que permitiu a troca de experiências e partilha de resultados entre os elementos das várias entidades.

Capture222

Início de Fase 4

Neste momento, as entidades gestoras (EG) participantes na iAFLUI 2019|2021 encontram-se focadas em trabalhar a identificação e avaliação de soluções para os problemas de afluências indevidas que identificaram, a formulação de táticas e o seu planeamento e articulação com o nível operacional. Estas temáticas irão servir de base para complementar o documento do PCAI (Plano para o Controlo de Afluências Indevidas) que cada EG está a elaborar durante a iniciativa, e que está agora a entrar na sua fase final.

Nos dias 26 e 29 de janeiro decorreu a reunião de arranque de Fase 4, com grande foco nos temas descritos acima e na partilha de resultados obtidos na Fase 3 por parte das EG participantes. Devido à situação pandémica que se atravessa, as últimas reuniões iAFLUI, incluindo a reunião de Fase 4, têm sido realizadas em modelo on-line, o que em nada tem comprometido a participação de todos, a partilha de conhecimento e de resultados e a dinâmica nas várias equipas, contando com bastante interação entre os participantes. Abaixo partilhamos uma captura de um destes momentos!

reuniao web

Fim da Fase 3 e início da Fase 4, a última do projeto

A Fase 3 da iAFLUI 2019|2021 terminou em dezembro de 2020. Os objetivos principais com que as EG foram desafiadas nesta fase foram diversos: consolidação do sistema de avaliação tático, incluindo a seleção de fatores de contexto complementares; diagnóstico aos diferentes níveis (global, setorial e para o caso de estudo), também suportado por diferentes técnicas de apoio ao diagnóstico das afluências indevidas; hierarquização de áreas prioritárias; identificação de problemas, causas e mecanismos das afluências indevidas; e  identificação de cenários relevantes.

Em janeiro vai-se realizar a Reunião de Fase 4, dando início à mesma. Nesta reunião, para além das EG apresentarem os principais resultados obtidos na Fase 3, a formação incide em temas relacionados com a identificação e avaliação de soluções, formulação e implementação de táticas e o seu planeamento e articulação com o nível operacional.

Encontros entre as entidades gestoras e o LNEC

Decorreram nos meses entre março e maio de 2020 diversos encontros virtuais entre os membros das equipas iAFLUI das entidades gestoras e do LNEC. Com estes encontros têm-se vindo a superar os constrangimentos impostos pela pandemia, tendo-se avançado na concretização do sistema de avaliação estratégica e numa proposta preliminar do sistema de avaliação tática, direcionado para o diagnóstico das diferentes tipologias de afluências indevidas, sua magnitude, causas e consequências. Estão também praticamente concluídas as auditorias a medidores de caudal das entidades gestoras.

Cursos de curta duração

No âmbito da iAFLUI, o LNEC promove cursos de curta duração integrados nos objetivos desta iniciativa. A metodologia padrão da iAFLUI permite efetuar o diagnóstico relativamente aos vários tipos de afluências indevidas (infiltração, águas pluviais, águas industriais, …) com recurso, entre outros, à informação proveniente de medidores instalados em coletores, em linhas de água, no subsolo ou de udómetros. Dada a relevância da monitorização para o setor, foram concebidos cursos especificamente para entidades gestoras de sistemas de águas residuais e pluviais, contemplando formação relativa a:

  • Planeamento e instalação de um sistema de monitorização, incluindo seleção de locais de medição, e do equipamento incluindo as cadeias de medição
  • controlo metrológico
  • interpretação dos dados recolhidos

Decorreu nos dias 15 a 17 de janeiro de 2020 o curso Qualidade e gestão da medição em sistemas de águas residuais e pluviais II (QSARP II). Foram apresentados conceitos relativos à medição em rede, gestão de dados, amostragem e informação, sistemas de gestão da qualidade e auditoria, avaliação da conformidade e impacto na gestão, assim como regras de boas práticas e os conceitos complementares de processamento de dados.

2ª edição da iAFLUI

A 2ª edição da iAFLUI inicia-se agora, em Maio de 2019. A iAFLUI 2019 | 2021 contempla dois tipos de participação: entidades gestoras que participam pela primeira vez nesta iniciativa, que são integradas no perfil base; entidades gestoras que já participaram na anterior edição da iAFLUI, que são integradas no perfil aperfeiçoamento.

Equaciona-se a realização de cursos de curta duração durante o período da iniciativa, nomeadamente nas áreas de qualidade e gestão da medição em sistemas de águas residuais e pluviais, de modelação hidráulica, de avaliação da condição de coletores e de técnicas para reabilitação. Tendo os participantes da iAFLUI acesso preferencial a estes cursos, caso estejam disponíveis vagas poderá abrir-se a inscrição a participantes externos.